RADIO FREE

terça-feira, 1 de agosto de 2017

VÍDEO: Presidente do Sindicato dos Policiais Civis desmente fala do prefeito Bismarck Maia

Francisco Lucas afirmou que prefeito não fornece "sequer apoio material" e viaturas estão sem gasolina por falta de convênio com Prefeitura.


O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Ceará (Sinpol), Francisco Lucas de Oliveira, desmentiu, nesta segunda-feira (31), o prefeito de Aracati, Bismarck Maia (PTB), e afirmou que o gestor não fornece “sequer apoio material à Delegacia”. No domingo, uma operação da Polícia Militar impediu a fuga de membros da facção Guardiões do Estado (GDE) na cidade. Seis criminosos foram mortos na troca de tiros.

“Parabenizo, aqui, os policiais militares da cidade do Aracati. Diferentemente do que o prefeito dessa cidade [Bismarck Maia] anda dizendo, que foi ele, que foi ação da prefeitura, na verdade, foi da Polícia Militar, e aqui fica aqui fica o nosso registro que o prefeito dessa cidade sequer dá qualquer apoio material à Delegacia. tem duas viaturas aqui cedidas, mas que não têm combustível, porque a Prefeitura não faz convênio com a Delegacia de Polícia. Também não auxilia na alimentação dos policiais e ainda assim fica alardeando nas redes sociais estar ajudando a Segurança Pública e esse fato é mentiroso”.
  

Bismarck Maia, tentando se aproveitar do sucesso da operação, gravou um vídeo afirmando que a a Prefeitura estaria colaborando com a Segurança Pública. o sucesso da Operação e afirmou que a Prefeitura estaria colaborando com a Segurança Pública. Segundo o prefeito, a Prefeitura estaria ajudando a combater “a violência nas ruas e nos bairros de Aracati”. “Há duas semanas, com o gravamento da criminalidade, determinei ao nosso secretário coronel Werisleik Pontes, ex-comandante da Polícia Militar do Ceará, para levar nossa preocupação e a nossa colaboração ao secretário de Segurança do Estado. E, assim, para juntos combatermos a violência nas ruas e nos bairros de Aracati”.

O vídeo de Bismarck repercutiu negativamente entre os policiais de Aracati, que arriscaram a própria vida em uma perseguição e troca de tiros contra membros da facção GDE. A população do município também não engoliu a história do prefeito e expôs a mentira nas redes sociais.


Fonte: Cearanews7

0 comentários:

Postar um comentário