RADIO FREE

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Trio se passando por policiais executa homem a tiros de pistola em Nova Olinda, no Ceará

                            post-feature-image

Treze dias depois e um novo homicídio foi registrado em Nova Olinda na região do Cariri. Por volta das 23 horas desta quarta-feira o eletricista Ramalho da Silva Barbosa, de 30 anos, foi assassinado a tiros de pistola na porta de sua casa na Rua Jorge Furtado Leite no bairro Nossa Senhora de Fátima. O crime foi praticado por três homens que ali chegaram numa caminhonete Nissan Frontier de cor preta usando coletes à prova de balas e se passando por policiais civis.

O irmão da vítima, Cícero Rômulo, mora em frente e contou ao Sargento Landim, Comandante do Destacamento Militar de Nova Olinda, que o trio mandou chamá-lo diante da informação que investigava o furto de uma moto, cujo suspeito seria Ramalho. Tão logo este saiu numa área de jardim, um deles sacou uma pistola e atirou várias vezes sem qualquer conversa caracterizando uma execução. A vítima foi alvejada com cinco tiros e morreu no local, onde ficaram ainda marcas de balas nas paredes.

Existem informações que o mesmo carro tinha passado horas antes no trecho e os ocupantes buscado informações sobre a casa em que Ramalho morava. Após o crime, os acusados fugiram em alta velocidade e não foram localizados nas diligencias feitas por policiais militares de Nova Olinda. Durante algum tempo, a vítima residiu no Rio de Janeiro e, recentemente, tinha retornado à casa de familiares em Nova Olinda não tendo o registro de passagens pela polícia local.

Este foi o primeiro homicídio do mês de agosto em Nova Olinda e o terceiro de 2017 já superando os dois registrados no decorrer do ano passado. O último deste ano tinha ocorrido na noite do dia 20 de julho quando o vigilante Danilo de Oliveira Pereira, de 27 anos, foi executado com seis tiros a maioria nas costas e na cabeça. O crime aconteceu na Rua José Mauricio Pequeno (Bairro Cajueiro), mas ele residia na Rua Antonia Ferreira Barbosa e era paraibano de São João do Rio do Peixe.

Reproduzido por MassapeCeara.Com|Créditos: Demontier Tenório via Miséria.com.br


0 comentários:

Postar um comentário