domingo, 30 de julho de 2017

Travestis são presas e levadas para o Presídio após roubarem aliança e dinheiro no Jardim Paulistano

                        

Elas negaram o crime dizendo que o rapaz as procuraram para fazer um programa. Elas foram levadas para a delegacia para serem ouvidas pela autoridade policial. 
A Polícia Militar prendeu na madrugada deste domingo (30) duas travestis acusadas de roubo. 
A vítima disse que transitava a pé pelo Bairro Jardim Paulistano quando acabou sendo roubado pelas travestis e outros indivíduos. Elas negaram o crime dizendo que o rapaz as procuraram para fazer um programa. 
O delegado entendeu que elas participaram do crime. O crime aconteceu por volta das 23h30 na Rua Guilherme Borges Queiroz. 
De acordo com a ocorrência policial, a vítima relatou que transitava a pé pelo local quando foi abordado pelas travestis Rafael Cristiano de Oliveira, 34 anos, identificado como Rafaela, e Nilcelio dos Santos Francisco, 20 anos, que se identifica como Michele. 
O rapaz relatou que, durante a conversa, apareceram outros quatro indivíduos, sendo que dois armados de faca e lhe roubaram R$100,00 em dinheiro, uma aliança que estava na carteira e um aparelho celular da marca Samsung. “Eles me obrigaram a ficar de cabeça baixa porque senão iriam me enfiar a faca”, relatou. Em seguida, todos fugiram em direção à Rua Vereador João Pacheco e a vítima acionou a Polícia Militar. 
Os policiais começaram de imediato os rastreamentos e conseguiram chegar até as duas travestis. Rafaela foi abordada pelos policiais e levada até a vítima que prontamente reconheceu a acusada. 
Ela disse que realmente conversou com a vítima, mas disse que ele teria lhe procurado para fazer um programa sexual. Ela disse que não houve combina com o rapaz, mas ele teria acertado um programa com Michele por R$30,00. Ela disse que Michele participou da conversa. Ela negou o crime. Os policiais apreenderam com Rafaela R$20,00 e com Michele R$74,00. 
Os outros indivíduos não foram identificados. Elas foram levadas para a delegacia para serem ouvidas pela autoridade policial. O delegado Érico Rodovalho as autuou pelo crime de roubo qualificado e elas foram encaminhadas para o Presídio Sebastião Satiro. 
A aliança e o celular da vítima não foram apreendidas.

Fonte: Patos Hoje. com

0 comentários:

Postar um comentário