RADIO FREE

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Polícia caça o restante da quadrilha que trocou tiros durante ataque a carro-forte

post-feature-image

Por Jornalista Fernando Ribeiro: Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), com o apoio dos setores de Inteligência, tentam identificar o restante da quadrilha que, na tarde desta terça-feira (11) tentou roubar os malotes de uma agência lotérica instalada em um supermercado na zona Sul da Capital. O ataque dos ladrões ocorreu no momento em que os malotes eram levados para um carro-forte. Houve um tiroteio da quadrilha com os inspetores daquela especializada, resultando em quatro pessoas mortas e outras cinco feridas.

Segundo a Polícia, as pistas iniciais indicam que a quadrilha estaria baseada na comunidade conhecida como Favela dos Canos, no bairro Parque Santa Rosa. Ao menos, dois dos integrantes do grupo já teriam sido identificados e estão sendo procurados. O grupo que ontem atacou o carro-forte e trocou tiros com os agentes da DRF seria o mesmo que, na última sexta-feira (7), teriam assaltado outra agência lotérica na cidade de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

No confronto registrado nesta terça-feira, três componentes da quadrilha foram mortos pela Polícia. Também morreu um cidadão que estava no local e foi atingido por uma bala perdida em meio ao fogo cruzado no estacionamento do supermercado Cometa, localizado na esquina da Rua Waldir Diogo com a Avenida Cônego de Castro.

Tiros, mortos e feridos

Além dos quatro baleados e mortos, outras cinco pessoas ficaram feridas, sendo dois vigilantes do carro-forte da Corpvs, dois clientes da agência lotérica, além do delegado da Polícia Civil, Raphael Vilarinho, titular da DRF. Ele foi atingido com um tiro em uma das pernas e foi levado do local para o Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro) em uma ambulância do Samu. Ainda no trajeto para o hospital, o delegado gravou um áudio e postou em um grupo no WhatsApp revelado estar bem.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que a DRF já estava investigando a quadrilha e descobriu o plano que os ladrões montaram para roubar os malotes. A operação de captura foi montada com policiais à paisana.

Os bandidos apareceram em dois veículos e com armas de grosso calibre, quando, então, entraram em confronto com os agentes da Especializada. Um dos carros usados pelo bando é blindado. Um dos ladrões caiu morto no pátio do supermercado, outro no estacionamento e o terceiro foi achado próximo a uma lagoa nas imediações. Já o cidadão atingido por balas perdidas caiu morto na porta da agência lotérica. Ele também não foi, ainda, identificado.

A quadrilha

O chefe da quadrilha baseada no Parque Santa Rosa seria um homem conhecido por Everton. Outro integrante do bando tem o apelido de “Guga”.  A quadrilha é ligada a uma facção criminosa e teria diversas armas de grosso calibre, como as utilizadas no ataque desta terça-feira ao carro-forte da Corpvs, além de muita munição. As buscas aos criminosos segue nesta quarta-feira.
Reproduzido por MassapeCeara.Com|Créditos: Blog do Jornalista Fernando Ribeiro


0 comentários:

Postar um comentário