quarta-feira, 5 de julho de 2017

Jovem mata criança para se certificar de que ela não era um robô

post-feature-image

Uma adolescente britânica se declarou culpada pela morte de uma criança de sete anos no Reino Unido, mas por decisão da Justiça os promotores não poderão acusá-la por homicídio doloso.

A jovem, que sofre de um distúrbio mental, teria matado a menina durante um delírio. Segundo a imprensa inglesa, ela queria checar se Katie Rough era um robô ou uma pessoa.

A perícia detectou que a menina foi esganada  e sofreu perfurações no pescoço e no peito.

A defesa da assassina da criança afirmou que ela “pode ter sido movida pela crença irracional e pela necessidade de prova de que Katie não era humana”.

Reproduzido por MassapeCeara.Com|Créditos: Notícias ao Minuto


0 comentários:

Postar um comentário