quarta-feira, 12 de julho de 2017

Jovem diz no Facebook que "policiais tem que morrer" após morte de PM e se dá mal; veja o vídeo

post-feature-image

Sem mostrar o rosto ou se identificar, um suposto policial militar de Minas Gerais foi até a casa de uma adolescente para que ela se retratasse diante de um comentário de injúria que ela teria feito nas redes sociais contra outro policial.

O agente filmou as ameaças e as imagens foram parar nas redes sociais. Pelas imagens a menina é obrigada a repetir que “por livre e espontânea vontade” quer se desculpar com todos os policiais. Ela afirma que sabe que eles também têm família, assim como todos os vagabundos também têm.

A mãe que está ao lado da garota a adverte, dizendo que nunca mais ela vai fazer isso. O policial pergunta: “por que você fez isso?”. Ela apenas acena negativamente com a cabeça. A mãe começa a falar que a menina ficou revoltada com algo, mas logo é interrompida pelo agente policial que a adverte.

A garota, que é de Minas Gerais, e é identificada como Graycielly Reckel, também teve de escrever um post em seu perfil no Facebook dizendo que estava arrependida, que vacilou feio, que a polícia a protege e que da próxima vez será a sua mãe que irá chorar. “PM MG a melhor de Minas”, finaliza a postagem, claramente escrita mediante coação.

O perfil não está mais ativo.
O PM não explica no vídeo porque teve a atitude de ir até a casa de uma jovem, aparentemente menor de idade, oriunda de uma família provavelmente sem instrução para, de forma anônima, fazer as ameaças. Embora o motivo não esteja claro,  é possível supor que a garota tenha escrito algo em apoio à morte de policiais.

Certamente, se de fato a jovem cometeu algum tipo de injúria ou crime de ódio contra policiais, ela e/ou a família devem ser processadas e, se condenadas, punidas nos termos da lei.

O conteúdo já está causando muita polêmica entre os que são solidários a esse tipo de ação ilegal e entre aqueles que entendem que intimidações como essas não são função da polícia.

“Ela errou, ok, mas isso não dá ao policial o direito de agir como um bandido. Porque quem ameaça a tirar a vida de outra pessoa é o quê?”, diz um internauta.

O outro rebate, apoiando o policial e opinando que nos EUA a adolescente já estaria presa. “Não tem que passar a mão na cabeça dessa gente não”, diz.

 
Reproduzido por MassapeCeara.Com|Créditos: Portal news365


0 comentários:

Postar um comentário