RADIO FREE

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Irmãos morrem após acidente de trânsito quando retornavam da cidade de Massapê

post-feature-image

O acidente ocorreu por volta das 6h da manhã, desta sexta-feira (7), no quilômetro 93, da CE- 362, na localidade de Alto Grande, sentido Massapê-Sobral. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, que colheu informações com pessoas que transitavam pelo local, na hora do acidente que envolveu uma caminhonete e uma motocicleta, “os irmãos Francisco Erlim Carneiro, de 38 anos, e Ricardo Ribeiro Carneiro, de 20, voltavam de uma festa em Massapê, quando o correu o acidente”.

Acidente

Tanto a motocicleta, de placas HXF-4319, quanto a caminhonete modelo Hilux de cor prata, de placas HXR-1314 saíram da estrada. A motocicleta, completamente destruída foi jogada a vários metros de distância, assim como os corpos de seus dois ocupantes. A caminhonete saiu da estrada ficando a cerca de 30 metros do local do acidente. O motorista fugiu do local. A PRE continua colhendo informações que possam ajudar nas investigações sobre o que teria causado a violenta batida.

Investigação

Equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local para ajudar a localizar os dois corpos, que foram arremessados com o impacto, um deles, para dentro do matagal, às margens da CE. Populares ajudaram na busca. De acordo com Ronildo Monte, 3º sargento da PRE, “ a batida foi tão violenta que, um dos corpos ficou irreconhecível, além dos dois veículos terem sido jogados para tão longe. O que sabemos, até agora, é que o carro pertence a uma mulher, mas populares disseram que um homem conduzia o carro na hora da batida”, informou o sargento da PRE, que investiga informações que a caminhonete poderia ter sido estrategicamente colocada mais para dentro do matagal, numa tentativa de escondê-la.

Os irmãos eram moradores do Bairro Parque Silvana, em Sobral. Um deles comemoraria dois meses de namoro, nesta sexta-feira, com a jovem estudante Samile Ripardo da Silva, que esteve no local do acidente na companhia de familiares das vítimas. “Não dá para acreditar. A última vez que nos falamos foi ontem à noite, na calçada da casa da minha avó. Eu soube do acidente hoje, cedo, pelas irmãs dele”, lamentou.

Reproduzido por MassapeCeara.Com|Créditos: Marcelino Júnior via Diário Zona Norte


0 comentários:

Postar um comentário