RADIO FREE

domingo, 18 de junho de 2017

Bandidos fazem família refém em Rio Paranaíba e roubam maleta com 48 mil dólares



Segundo relato da vítima, ambos tinham estatura mediana, sendo dois negros portando cada um uma arma de fogo, tipo de revólver de cano fino. A Polícia Militar continua em rastreamento para localizar e prender os autores. Rio Paranaíba voltou a ser alvo de criminosos na noite deste sábado (17). De acordo com informações da Polícia Militar, uma moradora do bairro universitário solicitou a presença de uma guarnição e relatou que ao retornar para sua residência foi surpreendida por três indivíduos que haviam pulado o muro da casa. Segundo relato da vítima, ambos tinham estatura mediana, sendo dois negros portando cada um uma arma de fogo, tipo de revólver de cano fino. Os autores mediante grave ameaça ordenaram que a vítima entrasse em sua residência com seus filhos e exigiram que a mesma entregasse dinheiro e armas, ameaçando-os de morte caso isso não acontecesse. Os meliantes ainda reviraram todos os móveis da casa e furtaram uma aliança de ouro, uma correntinha de ouro, um aparelho celular, dois brincos de prata, R$ 1.500,00 e uma correntinha de ouro da filha da vítima. Após o furto na residência, os bandidos perguntaram sobre seu sogro, tendo colocado a vítima e seus filhos no veículo e deslocando até a residência do sogro da vítima. Já na residência do senhor, os meliantes colocaram todos de cabeças baixas para não perceberem mais características dos mesmos. Os meliantes renderam o sogro da vítima e exigiram dinheiro. O senhor entregou aos bandidos cerca de R$ 1.500, tendo eles pediram uma maleta de dinheiro enquanto agrediam a vítima com coronhadas. Os autores reviraram todos os móveis da casa do senhor e localizaram a maleta que continha 48 mil dólares. Eles ainda furtaram da residência do senhor um aparelho celular. Após o fato, os bandidos evadiram no veículo da vítima. Militares realizaram rastreamentos e localizaram o veículo abandonado na avenida que dá acesso ao aeroporto municipal. A perícia da Polícia Civil foi acionada para realizar os trabalhos de praxe. Os rastreamentos seguem no intuito de localizar os autores do crime.

Texto: Gilberto Martins/Maktub Comunicação

0 comentários:

Postar um comentário