terça-feira, 6 de junho de 2017

Amigos de mortos em chacina afirmam que dois deles não eram bandidos

post-feature-image

Amigos de Klinsmann e Matheus defendem que eles não eram criminosos, e que foram para a festa para beber.

Em entrevista exclusiva ao programa Barra Pesada da TV Jangadeiro/SBT, amigos de dois jovens dentre as seis vítimas que estavam na mansão na praia do Porto das Dunas, onde aconteceu uma chacina no último sábado (3), garantem que eles não eram criminosos.

Na casa da família, no Bairro Quintinho Cunha, em Fortaleza, onde uma das vítimas também morava, amigos que faziam parte de uma associação de motocross se reuniram para falar sobre o amigo Klinsmann Menezes Cavalcante, além de Matheus de Matos Costa.

Um dos líderes da associação, Marcos Gabriel, lamenta o que está sendo dito sobre o amigo. “Klinsmann era um irmão para a gente, e nós estamos tentando derrubar argumentos de forma imprópria, de que ele praticava o crime de clonagem de cartões. Ele fazia parte de um clube de motocross com a gente, e para entrar nesse clube a pessoa é investigada antes”, explica.

O amigo também defende que o convívio com pessoas com passagem pela Polícia, caso de somente duas das seis vítimas, não fazia dos demais criminosos.

“Ele foi uma vítima dessa chacina, e isso não o torna criminoso, por ele estar em uma festa que alguns tinham envolvimento com crime. Você pode ver que existem vídeos durante o dia e eles (Matheus e Klinsmann) não estavam lá. Eles foram apenas à noite, infelizmente para morrer”, argumenta.


Reproduzido por MassapeCeara.Com|Créditos: TV Jangadeiro via Tribuna do Ceará


0 comentários:

Postar um comentário