RADIO FREE

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Aeronave militar cai com mais de 100 pessoas a bordo

post-feature-image

Os destroços do avião militar desaparecido no Mianmar foram encontrados no mar de Andamão, no Sul do país, segundo autoridades locais. A aeronave levava mais de 100 pessoas a bordo e voava entre entre as cidades de Myeik e Yangon, com destino a Dawei. Esforços de buscas e salvamentos estão em andamento.

— Eles encontraram peças do avião no mar, a 218 quilômetros da cidade de Dawei — disse uma fonte à AFP, adicionando que a marinha estava fazendo buscas no local.

Um funcionário da aeronáutica confirmou que a marinha faz buscas no mar de Andamão e que foram encontradas peças da aeronave. O avião perdeu contato com a base aérea 29 minutos depois de decolar, enquanto voava a 18 mil pés sobre o mar de Andamão, a 70 quilômetros da cidade de Dawei, afirmaram militares.

O avião de fabricação chinesa levava 106 passageiros e 14 tripulantes a bordo, disse uma fonte do aeroporto. Acredita-se que os passageiros sejam principalmente membros da família de militares com base na região costeira. A aeronave transportava 2,4 toneladas quando decolou, foi comprada em março de 2016 e tinha 809 horas de voo, disseram autoridades militares.

"Nós pensamos que foi uma falha técnica. O tempo estava bom lá", disse uma fonte do aeroporto, que pediu para não ser identificada. Ainda segundo a fonte, até o momento, não há qualquer informação sobre a localização do avião até agora. "A comunicação foi perdida de repente às 13h35 (horário local) quando a aeronave atingiu cerca de 20 milhas a oeste da cidade de Dawei", disse o Exército em um comunicado.

O Mianmar fica no Sudeste da Ásia e faz fronteira com a China, Lao, Índia, Tailândia e Bangladesh.


Reproduzido por MassapeCeara.Com|Créditos: O Globo


0 comentários:

Postar um comentário