RADIO FREE

quinta-feira, 11 de maio de 2017

HOMEM SIMULAVA SELEÇÃO DE MODELO PARA ESTRUPRAR MULHERES NA BA

O jovem de 22 anos era investigado desde 2013, quando ainda era adolescente

Um jovem de 22 anos foi preso nesta terça-feira (9) suspeito de estuprar pelo menos sete mulheres, em Feira de Santana, na Bahia.
De acordo com uma das vítimas, o homem oferecia, por meio das redes sociais, uma promessa de trabalho como modelo. Após ser ameaçada, a vítima, que prefere não se identificar, resolveu procurar a polícia.
“Muito medo de ele fazer alguma coisa comigo. Procurei a delegacia, porque um colega meu, que é policial, me trouxe e disse que essa era a melhor forma a fazer”, disse uma das mulheres que foram ameaçadas por ele e preferiu não se identificar.
Nos encontros, o homem pedia fotos íntimas das vítimas e, então, começava a ameçá-las com a provável divulgação das imagens, caso as mulheres não o encontrassem.
“Eu falei que não queria nada com ele. Aí ele pegou, ameaçou publicar essas fotos na internet. Aí ele falou que se eu não fosse encontrar com ele ontem [segunda-feira], que ele iria publicar. Aí ele pediu para eu ir para frente do mercado de artes. Na hora que ele parou para falar comigo, foi a hora que os policiais chegaram para prender ele”, contou.
Segundo a delegada Maria Clécia, titular da Deam, o jovem era investigado desde 2013, quando ainda era adolescente. Sete mulheres identificaram o suspeito.
“Desde 2013 que ele perpetra crimes sexuais. De 2015 para cá, ele mudou a forma de agir. Passar usar redes sociais, marcava encontro com a mulher e neste local, ele a compilia ao ato sexual e depois a obrigava a manter encontros sucessivos, sob ameaça de divulgar imagens do estupro. É uma violência sem tamanho”, diz a delegada.
Para não ser descoberto, o homem usava identidades falsas. Fotos e vídeos das vítimas foram encontradas no celular do jovem.
Segundo informações do G1, o suspeito foi encaminhado para o Presídio de Feira de Santana, onde está à disposição da Justiça.
 FONTE:noticiasaominuto

0 comentários:

Postar um comentário