RADIO FREE

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Filho esfaqueia próprio pai até a morte por ele não colocar molho em sua sopa

post-feature-image

Sakdin Duangphakhon, de 36 anos, comprou a carne para o almoço, mas ficou irritado com o pai, Ngor, de 65 anos, que estava demorando demais para cozinhá-la em sua casa em Buriram, no sul da Tailândia. Ele confrontou seu pai e então ficou com mais raiva quando seu pai lhe disse que tinha esquecido de adicionar molho de peixe – um ingrediente básico na culinária tailandesa.

Sakdinon pegou uma garrafa vazia e bateu-lhe na cabeça antes de dar uma bofetada na mãe, Pa, de 66 anos, quando ela tentou intervir. Ela correu em busca de ajuda enquanto seu filho pegava uma faca de cozinha e repetidamente esfaqueava seu pai em um ataque frenético. A polícia chegou e encontrou o filho coberto de sangue calmamente deitado em uma rede na frente de casa.Oficiais o levaram algemado de volta à cena na sexta-feira para reconstruir o crime.Eles até o fizeram se ajoelhar e pedir desculpas ao cadáver de seu pai.

Coronel Nitipat Kitichartchai disse: “O pai se ofereceu para cozinhar a carne de porco. O filho foi beber um licor e então quis comer a comida. Mas o pai disse que não tinha terminado. O filho não quis esperar. Então ele disse que esqueceu o molho de peixe, e ele ficou zangado”, disse Kitichartchai. O homem, que tem dois irmãos, teve que se ajoelhar, pedir desculpas e recitar uma oração ao lado de seu pai morto quando ele voltou para a cena.

Kitichartchai disse que o filho admitiu o assassinato e foi enviado para a prisão Amphore Nangrong em Buriram para aguardar a condenação. “Foi nos informado que o filho tinha usado uma faca para esfaquear o pai em casa”, acrescentou. “Ele tinha mais de 10 feridas em suas costas, especialmente pelo ombro esquerdo, e uma penetrou profundamente o coração. Perguntei à esposa como seu marido morreu, e ela identificou seu filho como o assassino. Ele foi detido enquanto investigávamos a casa”, finalizou.

Reproduzido por MassapeCeara.Com|Créditos: Jornal Ciência


0 comentários:

Postar um comentário