RADIO FREE

terça-feira, 9 de maio de 2017

CONTA DE LUZ MAIS BARATA FAZ IGP-DI CAIR 1,24%

        

Indicador usado como base para reajustes de tarifas públicas acumula queda de 1,13%, após reverter meses seguidos de alta nos preços

Puxado pela queda no preço das contas de luz, o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) ampliou uma forte queda de 1,24% em abril, depois de ter recuado 0,38% em março. Os dados são da Fundação Getulio Vargas (FGV).
Na prática, isso significa preços mais baixos para o consumidor. Esse indicador é importante pois é usado para reajustar diversos contratos do setor produtivo, como os da construção civil e da indústria. No acumulado de janeiro a abril, o indicador acumula queda de 1,13% e, em 12 meses, o IGP-DI caiu de 4,41% para 2,74%.
Para se chegar a esse resultado, outros indicadores são calculados. Um deles é o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que caiu de 0,47% em março para 0,12% em abril. Esse desempenho foi influenciado, principalmente, pela forte redução nas contas de luz, que reverteu uma alta de 6,15% em março para uma queda de 6,22% no mês passado.
Outros grupos também apresentaram reduções importantes em abril. É o caso do vestuário (de 0,11% para -0,47%), despesas diversas (de 0,90% para 0,13%), educação, leitura e recreação (de -0,11% para -0,19%) e alimentação (0,71% para 0,69%).
Por sua vez, o Índice de Preços ao Produto Amplo (IPA) acelerou a desaceleração de 0,78% registrada em março para uma redução de 1,96% em abril, com menores preços nos combustíveis para o consumo.
No ramo da construção civil, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) também registrou uma queda, saindo de 0,16% em março para 0,02% no mês passado. Isso foi possível devido às reduções nos custos materiais, equipamentos, serviços e uma manutenção nas taxas de mão de obra.
 FONTE:noticiasaominuto

0 comentários:

Postar um comentário