quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Mãe mata o próprio filho e depois coloca fogo no corpo

post-feature-image

Nesta quarta-feira (11/1), a Polícia Civil prendeu uma mulher suspeita de matar e queimar o corpo do próprio filho, na cidade de Cravinhos – SP, com ajuda de seu companheiro, que é padrasto da vítima. O casal acabou confessando o crime que ocorreu dia 29 de dezembro, segundo a Folha de S. Paulo.

A mãe, Tatiana Lozano Pereira, de 33 anos, em seu depoimento à polícia, ainda de acordo com a Folha, enforcou seu filho, Itaberli Lozano, de 17 anos e logo depois esfaqueou o menino no pescoço. O marido dela, Alex Canteli Pereira, levou o corpo do jovem até um matagal e pôs fogo.

A mãe justificou o crime alegando que o adolescente tinha problemas com drogas e a havia ameaçado de morte. Mas segundo informações divulgadas pelo G1, o tio do jovem, Dario Rosa, disse que Tatiana não aceitava a homossexualidade do filho.

Segundo o tio da família, a mãe não aceitava a orientação sexual do filho.

“A relação deles tinha eventuais brigas. Ele era um rapaz que trabalhava, era educado, era um menino, mas estava na fase de trabalhador. Meu sobrinho falou que a mãe dele brigava muito com ele e já não estava contente na casa dele e por isso pegou as coisas dele e foi morar na minha casa”, diz o tio.

“Essa informação não é verdadeira, a gente nunca pegou ele com drogas. Essa é a primeira vez, através da mãe dele, que estamos sabendo disso, mas eu acho que isso aí é só pra afastar a investigação e eu acho que tem mais gente envolvida porque apenas uma pessoa não ia ser capaz de fazer o que fizeram com ele”, finaliza.

O corpo da vítima foi encontrado carbonizado por perto da rodovia José Fregonese, em Cravinhos. Os responsáveis pelo crime foram transferidos para a Cadeia Pública de Cajuru.


Reprodução Site  www.MassapeCeara.Com  | Agência de Notícias e Notícias ao Minuto


0 comentários:

Postar um comentário