terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Agentes penitenciários articulam greve nacional em fevereiro


A categoria exige a contratação de mais pessoas e a criação da Polícia Penal, paralela às outras corporações.

Em Goiás, como o número de servidores efetivos não é suficiente, o estado contrata dois mil vigilantes penitenciários temporários, que decidiram interromper por tempo indeterminado a escolta dos presos ao fórum e o atendimento a advogados que querem manter contato com seus clientes.

De acordo com uma recomendação do próprio Ministério da Justiça, o ideal seria ter um agente penitenciário para cada cinco presos. Existem 80 mil agentes em todo o Brasil para cuidar de aproximadamente 700 mil presos. Para cumprir a própria orientação, o governo deveria empregar 140 mil agentes.

Fonte: CBN GLOBO RADIO

0 comentários:

Postar um comentário