quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Morre mais um suspeito de matar o policial Djackson, no Cariri

post-feature-image

Morreu na manhã desta quinta-feira (22) um dos suspeitos de participação na morte do policial militar Djackson Araújo de Viveiros. Ele havia ficado ferido em uma troca de tiros com policiais, no limite entre Orós e Icó, e estava internado no Hospital Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte.

O homem, de 20 anos, era procurado pela polícia desde a sexta-feira (16), por suspeita de envolvimento na morte do policial durante um assalto na cidade de Juazeiro do Norte.

Um adolescente, suspeito de ser o autor do tiro que matou o policial, havia morrido nesta quarta (21), também baleado em tiroteio com a PM.

Ainda de acordo com a PM, a dupla fazia parte de uma quadrilha responsável por diversos assaltos na região do Cariri. Outros dois membros também foram identificados e presos nesta manhã. As investigações sobre o grupo continuam com o objetivo de capturar outras pessoas envolvidas.

O Delegado da Divisão de Homicídios, Reni Rocha, ressaltou que as mortes registradas no último fim de semana não têm relação com o crime contra o PM. Segundo ele, facções criminosas que atuam na área se aproveitaram do episódio para direcionar as ações à polícia.

O crime
O policial militar foi morto durante um assalto a uma van em Juazeiro do Norte. O soldado Djackson, do Ronda do Quarteirão do Crato, era um dos passageiros e foi atingido por dois tiros na cabeça. A polícia concluiu que ele foi alvo de uma execução e que não havia reagido ao assalto. Djackson ainda estava fardado, tinha acabado de sair do plantão e seguia para Brejo Santo para visitar a família.

Dois homens armados em uma motocicleta vermelha anunciaram o assalto à van no cruzamento da Avenida Ailtom Gomes e Maria Letícia Pereira. O corpo do policial militar foi velado e enterrado em Exu, em Pernambuco.




0 comentários:

Postar um comentário