quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Homem mata seis pessoas porque prostituta que queria estava ocupada.

post-feature-image

Um homem que queria um programa com uma prostituta e não conseguiu teria matado seis pessoas em uma boate de Jaboticabal, no interior de São Paulo, na noite desta quarta-feira (21). De acordo com a Polícia Civil, William Roberto Ferreira Costa, 27, ficou frustrado ao chegar no Léo Drinks Bar e descobrir que a garota que desejava estava com outro cliente.

Foi, então, que William Costa voltou ao carro, pegou um revólver e, de volta à boate, atirou nas pessoas. A dona do estabelecimento, Leonilda Lucindo, 71, três garotas de programa, um segurança e o cliente que estava com a mulher que William Costa queria morreram no local.

Segundo a Folha de S. Paulo, testemunhas contaram à polícia que a tragédia só não foi maior porque muitas pessoas presentes conseguiram fugir da boate, localizada na zona rural da de Jaboticabal.

Relatos de moradores do local também dão conta de que o assassino saiu ao pé do Léo Drinks Bar e entrou em canavial próximo à casa de prostituição. O carro do atirador, um Fusca de placas não divulgadas pela polícia, permaneceu em frente à boate. William Costa está foragido.



0 comentários:

Postar um comentário