sábado, 3 de dezembro de 2016

Baleado, bandido preso em roubo a TIM, foge do PS de Cuiabá pela porta da frente

Bandido teve a ajuda a mulher e um primo. Não havia escola policial na hora da fuga

Baleado, bandido preso em roubo a TIM, foge do PS de Cuiabá pela porta da frente
Foi fácil demais. Precisou apenas do apoio da esposa e de um primo, sair andando, mesmo que mancando, passar pelos corredores, portaria, deixar o portão central, pegar um taxi e ir embora. As cenas, que servem muito bem como enredo de um filme aconteceu na noite desta sexta-feira, no Pronto Socorro de Cuiabá.
Um dos presos da tentativa de assalto a loja da TIM, na Avenida Generoso Ponce, no centro de Cuiabá, foi o autor principal deste enredo. Ele levou um tiro na perna antes de ser preso por policiais militares. Mesmo ferido, mancando sai tranquilamente do Pronto Socorro, sem que ninguém fizesse nada ou percebesse a fuga. O pior é que ele deveria estar ali com escolta policial. Não havia um único policial para acompanhar um marginal de alta periculosidade.
O preso, que não teve até o fechamento desta matéria seu nome divulgado nem pela Polícia Militar e muito menos pelo Pronto Socorro, foi levado na sexta-feira para instituição hospitalar para que os médicos retirassem a bola da perna e fizessem a limpeza. Após o ato cirúrgico ele foi levado para um dos quartos onde deveria estar sob escola policial. Não estava. Quem apareceu foram sua esposa e um de seus primos.
Rapidamente a dupla o ajudou a descer da cama, vestir uma roupa, colocar chinelos e se dirigiram para a porta da saída do Pronto Socorro sem que ninguém percebesse. Ao deixarem o prédio pegaram um taxi até a rua General Mello, onde um veículo os aguardavam e foram embora.
No Pronto Socorro a informação é que a Polícia Militar solicitou a presença de agentes prisionais, que estão em greve, para fazer o acompanhamento do marginal, que seria depois levado para um dos presídios da Capital. Acontece que os policiais militares que atenderam a ocorrência e o levaram até o PS não esperaram a chegada dos agentes. Foi o tempo que o bandido teve para fugir.
Os agentes só compareceram ao Pronto Socorro às 00h50, deste sábado, quando foram informados que o marginal havia foragido em companhia da esposa e de um primo, usando um táxi.
Equipes da Segurança Pública foram acionadas e estão trabalhando para localizar o suspeito. Até o começo da manhã deste sábado, não havia informações sobre seu paradeiro.
Jonas Jozino / Redação 24 Horas

0 comentários:

Postar um comentário