sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Três "cartãozeiros" de Novo Oriente são presos no Maranhão aplicando o golpe de clonar cartões em bancos


Três jovens cearenses foram presos, ontem (3) no Maranhão quando aplicavam golpes bancários através de violação de caixas eletrônicos e clonagem de cartões dos clientes. Eles são conhecidos como “cartãozeiros” e naturais do Município de Novo Oriente (a 388Km de Fortaleza). A captura dos estelionatários aconteceu durante uma operação de Inteligência que mobilizou a Polícia Civil e a PM maranhenses no Interior daquele Estado.

Os cearenses Fausto Pinheiro Sampaio Neto, 18 anos; Douglas Vasconcelos Sales 23 anos; e Danilo Ferreira da Costa, 24, foram detidos na cidade de São João dos Patos (a 545Km de São Luís) durante uma operação comandada pelo delegado regional Francisco Taveira, e que contou com a participação dos agentes da delegacia daquela cidade, além do Serviço Reservado (P-2) da 6ª Companhia Independente da PM na região.

Cartões copiados

Os golpistas instalavam equipamentos conhecidos como “chupa-cabra” em terminais de auto-atendimento nas agências bancárias. São Leitoras de Cartão Magnético (LCM) alteradas para gravar as trilhas magnéticas dos cartões dos clientes. Eles instalavam também micro-câmeras para gravar as senhas digitadas pelas vítimas. Esse tipo de crime é antigo, mas ainda funciona.

Em poder dos três golpistas cearenses, os policiais do Maranhão apreenderam todos os apetrechos eletrônicos usados para gravar as trilhas dos cartões e captar as senhas dos clientes dos bancos. Também foi apreendido um notebook e um veículo que o trio utilizava nas viagens pelo Nordeste afora aplicando o crime, um Fiat Palio, vermelho, de placas PMU-9188, com inscrição de Novo Oriente (CE).

Os três cearenses permanecem presos, pois foram autuados em flagrante delito, e poderão ser transferido, nas próximas horas, para São Luís. A Polícia do Maranhão não informou se os acusados já possuem antecedentes criminais no Estado do Ceará.

Com informações do Jornalista Fernando Ribeiro

0 comentários:

Postar um comentário