terça-feira, 29 de novembro de 2016

Polícia prende em Jardim bandido de facção criminosa que comandou mortes por ordem do tráfico no Mucuripe

Criminosos foragido da Justiça e condenado foi capturado junto a amante numa operação que mobilizou 15 policiais


Polícia prende em Jardim bandido de facção criminosa que comandou mortes por ordem do tráfico no Mucuripe

O criminoso ainda tentou fugir, mas acabou preso no cerco em sua residência
Uma operação de Inteligência realizada na tarde desta segunda-feira (28) terminou na prisão de um dos bandidos mais procurados do Ceará. O cerco policial ocorreu na cidade de Jardim, na Região Sul do Estado, o Cariri (a 574Km de Fortaleza).  Cleilson Dantas dos Reis, o “Keto Estiva”, apontado como integrante da facção criminosa paulista PCC e acusado de um “rosário” de mortes ligadas ao tráfico de drogas em Fortaleza, acabou preso.
O bandido é foragido da Justiça e condenado a 25 anos de prisão por assassinatos. Tido como responsável por várias mortes e participação em chacinas em bairros como Mucuripe, Cais do Porto e Serviluz, na zona Leste de Fortaleza, onde quadrilhas rivais disputam o domínio na venda de drogas. Em um ano, pelo menos duas chacinas foram registradas ali, com o saldo de nove pessoas mortas.
Ao descobrir o paradeiro do bandido, a Polícia encaminhou à Justiça, no último dia 27 de outubro, um pedido de busca e apreensão no endereço do criminoso. Nesta segunda-feira, a operação foi realizada por cerca de 15 policiais comandados por três delegados.
O bandido tentou ainda escapar do cerco policial, pulando muros dos fundos da residência na cidade de Jardim. Porém, o local estava vigiado por todos os lados e ele terminou preso. Ao entrar na casa onde “Keto Estiva” estava morando, a Polícia deteve também a companheira dele, uma jovem identificada como Samara Leite Lima.
Na casa foram encontradas drogas, dinheiro da venda dos entorpecentes e uma arma de fogo com munição, além de outros apetrechos do tráfico, como balança de precisão.
Conforme as autoridades, o bandido é de altíssima periculosidade e responde a cinco crimes de assassinato. Um deles ocorreu no ano passado, quando ele invadiu uma residência na comunidade da Estiva e executou sumariamente o jovem Ederson Sousa do nascimento e baleou ainda outras duas pessoas, entre elas, uma criança que estava assistindo tevê.
Por FERNANDO RIBEIRO
Com informações do site miseria.com

0 comentários:

Postar um comentário