sexta-feira, 18 de novembro de 2016

POLÍCIA MILITAR DO CEARÁ PODERÁ INICIAR GREVE A PARTIR DO DIA 2 DE DEZEMBRO

Declarações de Delci Teixeira causaram revolta à tropa e alimentaram o sentimento de indignação com a postura do Governo.
Uma assembleia-geral que está sendo convocada para o próximo dia 2 pode ser o ponto inicial para uma paralisação da Polícia Militar do Ceará. Indignados com o tratamento que vêm recebendo do governo, os policiais militares deverão cruzar os braços por tempo indeterminado. Além da violência que já deixou 24 PMs mortos neste ano, a categoria está sem reajuste salarial desde o ano passado, e a promessa do governador Camilo Santana (PT) de implantar a “Média do Nordeste” não foi cumprida.

E para inflamar mais ainda os ânimos da classe, o secretário demissionário da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, Delci Teixeira, afirmou em entrevista publicada nesta sexta-feira ao jornal Diário do Nordeste, que, “não estão caçando policiais”, numa tentativa de aplacar os impactos da matança de agentes policiais no Estado.

Ainda de acordo com a reportagem, “dentre os policiais mortos, apenas oito estavam de serviço, 13 estavam de folga e cinco eram da Reserva Remunerada ou reformados”. E Delci disparou mais uma vez contra a categoria: “Em diversas situações, nós tivemos policiais que estavam de folga. Eles estavam com a família e acontece o inesperado, o assalto”.

E disse mais: “Nós não podemos creditar à Justiça essa sensação de insegurança, nem à Polícia. Eu creditaria às leis frouxas que nós temos e que têm que ser mudadas”.

Por fim, Teixeira disse que os assassinatos dos policiais foram provocados por “fatores inesperados e que provocaram o instinto policial das vítimas”.

Em menos de 11 meses de 2016, foram mortos no Ceará 24 policiais militares, dois policiais civis, dois agentes penitenciários, um delegado da Polícia Civil e um policial rodoviário federal aposentado, a maioria absoluta em assaltos ou tentativa de assaltos.

Veja, a seguir, a lista completa dos agentes da Segurança Pública mortos em 2016 no CE:

POLICIAIS E AGENTES PENITENCIÁRIOS MORTOS NO CEARÁ EM 2016

01 (07.01) – HUDSON DANILO DE OLIVEIRA, policial militar, soldado, baleado por assaltantes durante uma ocorrência de roubo em uma fazenda na zona rural de Jaguaretama.

02 (19.01) – BENEDITO GOMES ASSUNÇÃO, subtenente, baleado e morto durante uma briga de trânsito na cidade de Juazeiro do Norte. Dois suspeitos do crime foram presos.

03 (28.01) – JOSÉ EUDES DA SILVA MONTE, policial militar, na graduação de sargento, morto a tiros durante assalto a um coletivo no bairro Conjunto Ceará.

04 (12.02) – AUGUSTO HERBERT FÉLIX, policial militar, destacado no BPRaio, morto numa tentativa de assalto na Travessa Santo Amaro, no bairro Pici.

05 (19.02) – CARLOS HERBÊNIO ALMEIDA BEZERRA, subtenente, comandante do Destacamento da PM na cidade de Jaguaretama. Morto por bandidos quando fazia cooper.

06 (06.04) – ÁLISSON PAULINELLI MEDEIROS DE MENDONÇA, policial civil (inspetor), assassinado por bandidos durante uma tentativa de assalto no bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza. Ele matou um dos ladrões.

07 (18.04) – FRANCISCO WELLINGTON DA SILVA, policial militar, subtenente da PM, morto a tiros durante assalto dentro da agência do Bradesco de Pacajus.

08 (24.04) – MARCELO ANDRADE VIANA, policial militar (soldado), destacado na Cavalaria, estava em Licença para Tratamento de Saúde (LTS), morreu numa troca de tiros com colegas de farda, na Barra do Ceará. Atirava no portão da casa da ex-esposa e reagiu na chegada de uma patrulha do Ronda do Quarteirão. Morte considerada suspeita.

09 (07.05) – ANTÔNIO ANDERSON DO NASCIMENTO, 25, soldado destacado em Alcântaras, foi morto, a tiros, na cidade de Sobral, ao tentar evitar um homicídio no bairro Sinhá Sabóia.

10 (08.05) – JOSÉ ROBERTO LEMOS - policial militar (soldado), destacado no BPRAIO da cidade de Juazeiro do Norte, morto numa troca de tiros com traficantes em um bar no bairro Aparecida, na periferia da cidade de Campos Sales.

11 (23.05) – EVANDRO ALVES RAMOS, Soldado da Reserva Remunerada da Polícia Militar, baleado e morto durante um jogo de baralho em um bar na Rua Professora Maria Clara, no bairro Jardim Iracema.

12 (10.6) – JOSÉ FARIAS DO NASCIMENTO – Sargento da Reserva da PM, morto a tiros ao entrar em uma loja situada no bairro Santa Teresa, na cidade de Juazeiro do Norte.

13 (30.06) – FRANCISCO GUANABARA FILHO – Sargento da Ativa da PM, destacado no 9º BPM, em Quixadá, morto s tiros de fuzil no Distrito de Juatama, por volta das 17h30, por uma quadrilha que planejava atacar um carro-forte. Ele fazia parte de uma patrulha da FTA.

14 (30.06) – ANTÔNIO JOEL DE OLIVEIRA PINTO – Cabo da Ativa da PM, destacado no 9º BPM, em Quixadá, morto s tiros de fuzil no Distrito de Juatama, por volta das 17h30, por uma quadrilha que planejava atacar um carro-forte. Ele fazia parte de uma patrulha da FTA.

15 (30.06) – ANTÔNIO ALVES FILHO – Soldado da Ativa da PM, destacado no 9º BPM, em Quixadá, morto s tiros de fuzil no Distrito de Juatama, por volta das 17h30, por uma quadrilha que planejava atacar um carro-forte. Ele fazia parte de uma patrulha da FTA.

16 (1.07) – MARCOS PAULO ANDRADE DA ROCHA – Subtenente, afastado das funções, morto a tiros dentro de um bar no bairro Conjunto Palmeiras, por uma dupla que fugiu de moto.

17 (2.07) – ANDRÉ NOGUEIRA PIRES – Agente penitenciário assassinado por um assaltante na Rua Jorge Dummar, no bairro Jardim América, em Fortaleza. Teve sua arma roubada, o que caracterizou o crime de latrocínio.

18 (15.7) – FRANCISCO MOÉSIO PINHEIRO BARBOSA – Sargento da reservada Remunerada da PM, baleado numa tentativa de assalto no bairro Carrapicho, em Caucaia.

19 (2.8) – JOSILEUDO LEITE DA SILVA – Agente penitenciário morto por assaltantes ao tentar impedir uma “chegadinha” bancária na porta da agência do Bradesco, na esquina das ruas Major Facundo e Senador Alencar, no Centro de Fortaleza.

20 (04.8) – FRANCISCO EDNARDO MENEZES DE SOUSA – 1º Sargento da Ativa da PM, destacado no Batalhão de Eventos (BPE), morto na porta de casa, na Rua Isaías Pereira, bairro Maraponga, em Fortaleza, durante uma tentativa de roubo seguida de tiroteio. Um dos bandidos também morreu – FRANCISCO ANDERSON NUNES BRANDÃO, 26 anos. A esposa do PM ficou ferida com um tiro na perna.

21 – (12.8) – SAMUEL DAVID NOGUEIRA MORAIS – Soldado da Ativa da Polícia Militar, Destacado no Ronda do Quarteirão (Conjunto Ceará/Capital), foi baleado e morto por assaltantes (na presença do filho de 5 anos), numa abordagem na Rua Araripe Prata, no bairro Parangaba. Ladrões roubaram o carro e a arma da vítima (latrocínio).

22 – (20.8) – JOSÉ CLÁUDIO NOGUEIRA – Inspetor da Polícia Civil, lotado na Delegacia Regional de Senador Pompeu, 51 anos, morto a tiros por pistoleiros na CE-156, na localidade de Inharé, na zona rural. Vítima atingida por vários tiros dentro de seu carro.

23 – (08.9) – JOSÉ ADAÍLSON FERREIRA DO NASCIMENTO, 68 anos, sargento da Reserva da PM, assassinado durante um assalto na localidade de Felipa de Cima, na zona rural do Município de Morada Nova. Foi atingido por três tiros.

24 – (14.10) – MARCOS PAULO LIRA RIBEIRO, 32 anos, 1º Tenente da Polícia Militar, subcomandante da 1ª Companhia do 5º BPM (Centro), foi assassinado por bandidos durante um assalto a uma loja de celulares no bairro Jardim América, na Capital.

25 – (4.11) – FÁBIO ROMEU MORAIS DE LIMA, 30 anos, cabo da PM, destacado na 4ª Companhia do 1º BPM, na cidade de Limoeiro do Norte. Foi morto de serviço quando sua patrulha foi prender uma quadrilha que iria arrombar a Loja Zenir, em Limoeiro. Cinco bandidos também foram mortos.

26 – (6.11) – LEOMAR SARAIVA DE AQUINO, 73 anos, policial rodoviário federal aposentado, morto a tiros em uma tentativa de assalto em sua residência, na Rua Jamacaru, Conjunto Almirante Tamandaré, no bairro Jangurussu, em Fortaleza.

27 – (11.11) – CARLOS ALBERTO RIBEIRO GOMES, 54 anos, policial militar (soldado), que estava afastado das funções, assassinado a tiros, dentro de seu veículo, na Rua Antônio Gonçalves, no bairro Parque Leblon, no Município de Caucaia, na RMF.

28 – (12.11) – GILMAR DE ALMEIDA QUEIROZ, 36 anos, soldado da PM, lotado na 2ª Companhia do 8º BPCom (Ronda do Quarteirão), assassinado a tiros, na porta de casa, na cidade de Horizonte, numa tentativa de assalto.

29 – (15.11) – GEORGE DE SOUSA E SILVA, 40 anos, sargento da Polícia Militar, da Ativa, morto de serviço na Casa do Albergado da cidade de Sobral. Foi atingido por vários tiros.

30 – (15.11) – AUDÍZIO FERREIRA SANTIAGO, 57 anos, delegado da Polícia Civil, morto por assaltantes no bairro Maraponga. Foi atingido com um tiro no rosto durante assalto. 

 
Com informações do Jornalista Fernando Ribeiro

0 comentários:

Postar um comentário