quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Operação em Senador Pompeu prende quatro suspeitos de matar inspetor da Polícia Civil e candidato a vereador. Viúva foi detida

Uma operação realizada na manhã desta quinta-feira (17) na cidade de Senador Pompeu (a 273Km de Fortaleza), cumpriu, pelo menos, quatro mandados de prisão contra suspeitos de participação na morte de um policial civil. A mobilização reuniu efetivos de, ao menos, três delegacias daquela região (Senador Pompeu, Banabuiú e Quixadá).

As quatro pessoas detidas são suspeitas de envolvimento no assassinato do inspetor da Polícia Civil e então candidato a vereador pelo Município de Pedra Branca, José Cláudio Nogueira, filiado ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), José Cláudio Nogueira.

O assassinato ocorreu na noite de 20 de agosto, quando Nogueira e sua mulher trafegavam em um automóvel numa estrada que liga o distrito de Inharé (em Senador Pompeu) à localidade de Encantado, em Quixeramobim. No caminho, o carro foi interceptado pelos pistoleiros. A mulher obrigada a sair do carro e o inspetor acabou executado com sete tiros à queima-roupa.

Mulher???

A investigação agora está centrada na motivação do crime e na forma como ele foi planejado. O policial teria sido vítima de uma emboscada preparada pelos assassinos – mandantes e executores – previamente, inclusive com a escolha do local onde ao automóvel do policial seria abordada. Uma mulher estaria no rol dos suspeitos.

Trata-se da própria viúva do policial, Michele Arruda, que estava com o marido na hora da execução. Ela estaria dirigindo o carro e o policial do lado, no banco do carona, dormindo. Há suspeitas de que a mulher parou o automóvel para que os pistoleiros se aproximassem e executasse Cláudio Nogueira.

Além de Michele, três homens também foram detidos, entre eles, um conhecido por pelo apelido de “Argentino”, tido como envolvido com o tráfico de drogas naquela região e considerado de alta periculosidade.

Os quatro presos na operação foram levados para a cidade de Solonópole (a 276Km de Fortaleza) para quem fossem interrogados pelo delegado Jefferson Custódio.

Com informações do Fernando Ribeiro
Fotos Whatsapp

0 comentários:

Postar um comentário