quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Mulher é queimada viva em porta-malas de carro em Matupá

A confirmação foi dada por laudo emitido pela Politec nesta quinta-feira

Mulher é queimada viva em porta-malas de carro em Matupá
Mulher encontrada morta dentro do porta-malas de um carro, em Matupá, no Nortão de Mato Grosso, foi queimada viva. A conclusão é do instituto de Perícia Oficial e Identificação Técnica – Politec, de Mato Grosso, que apresentou nesta quinta-feira o laudo feito pelos médicos do IML no corpo da mulher. O crime aconteceu no dia 7 de setembro. O laudo aponta como causa da morte: carbonização.
Segundo o delegado responsável pela apuração da morte de Rosiane Ferreira Sampaio, 30 anos, a Politec não confirmou que haviam outros possível ferimentos no corpo da mulher como tiros. “O laudo foi considerado inconclusivo para isso”, explicou.
O criminoso ou os criminosos que colocaram a mulher no porta malas do carro, um Gol branco, ainda não foram identificados. O delegado, no entanto, descartou qualquer possibilidade, como havia sido aventada no início da apuração, entre a morte da mulher e sua irmã, Taynara Sampaio de Miranda, 21 anos, que foi encontrada morta duas semanas depois, no dia 24 de setembro
“Sobre este caso (da Taynara) é outra linha de investigação. O crime foi motivado por briga entre vizinhos. Até agora, não encontramos qualquer elo de ligação entre os dois crimes. A gente segue procurando pistas do suspeito de matar Rosiane e qualquer informação ficamos agradecidos”, afirmou.
No caso da morte de Taynara, três suspeitos (dois homens e uma mulher) foram presos pelo crime e a hipótese é que a disputa por uma residência tenha motivado o homicídio. 

Jonas Jozino / Com Só Notícias

0 comentários:

Postar um comentário