quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Motorista capota e mata menino de 14 anos que pedalava a caminho da escola

post-feature-image

Um adolescente de 14 anos, identificado como Renan Mendes de Sousa, foi morto na manhã desta terça-feira (29) após ser atingido por um carro enquanto trafegava na ciclovia da Avenida Osório de Paiva, em Fortaleza.

De acordo com a Polícia Militar, o motorista, que não teve o nome divulgado, dirigia no sentido sertão/praia quando perdeu o controle do carro, invadiu a ciclovia e capotou o veículo.

Segundo a madrasta de Renan, identificada como Vanesca, o adolescente estava indo para o colégio quando foi atingido. “Ele saiu de casa para ir para o colégio. Ele sempre fazia esse percurso, sempre pela mesma ciclovia. Eu tava dormindo quando soube do caso”, conta a mulher completamente abalada.

Segundo Vanesca, a mãe de Renan estava acompanhando a irmã do jovem no hospital, devido a um problema de saúde.

Conforme os policiais militares que atenderam a ocorrência, o motorista do veículo prestou esclarecimentos ainda no local. À polícia, o condutor do veículo informou que estava indo para o seu trabalho e tentou desviar de outro automóvel na via, quando perdeu o controle do carro e acabou invadindo a ciclovia.

O motorista entregou toda a documentação do automóvel à polícia e, conforme os policias, não havia nenhuma irregularidade com o veículo e nem com o condutor. O homem ainda foi submetido ao teste do bafômetro e não foi registrado o consumo de álcool.

Alta velocidade
Uma das hipóteses das causas do acidente é a alta velocidade na qual o condutor trafegava pela via, que possui máxima de 60 km/h. De acordo com um motorista de caminhão que trafegava pelo local, o motorista estava em alta velocidade.

“O carro vinha na via, perdeu o controle, subiu o canteiro e bateu no adolescente que estava na ciclovia. Saiu arrastando ele por alguns metros. A pancada foi muito forte, não tinha como ele resistir. Esperamos que esse acidente não caia na estatística de mais um. É preciso conscientizar os motoristas do Ceará para que eles andem mais devagar. Muitos dirigem com alta velocidade”, opina João Coelho.

Apesar de ser uma região com bastante instituições de ensino e grande fluxo de pedestres, moradores reclamam que não há prudência por parte dos motoristas.

“As pessoas passam com seus carros por aqui como se fosse uma BR. Aqui é uma área escolar e os motoristas passam em alta velocidade. Queremos deixar um recado aos motoristas que tomem cuidado. Não extrapolem a velocidade. Nós conhecíamos o Renan, ele era um jovem que estava indo ao colégio em busca de um futuro melhor“, disse Daniel Gadelha.




0 comentários:

Postar um comentário