quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Justiça condena a 25 anos de cadeia, jovem que matou a namorada grávida, na praia do Icaraí

post-feature-image

A Justiça condenou, nesta quarta-feira (9), a 25 anos de prisão o jovem de 19 anos que assassinou a ex-namorada ao saber que ela estava grávida. O crime ocorreu há sete meses no Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O Conselho de Sentença, no entanto, não levou em consideração a morte do bebê, o que poderia ter rendido ao réu uma pena bem maior por também ter cometido infanticídio.

Bruno Robson Cavalcante Saturnino foi condenado pelo crime de homicídio qualificado, por motivo fútil e sem oferecer chances de defesa para a vítima (surpresa). Conforme os autos, o assassinato ocorreu na tarde de 21 de abril passado, na Praia do Icaraí, em Caucaia.

Ao saber que a namorada estava grávida, Bruno fez um convite a Francisca Regiane Pereira Forte para um encontro na Praia do Icaraí. Mesmo sabendo que corria risco, ela decidiu aceitar e saiu de casa. Mas antes, ligou pelo celular para uma amiga e disse que se algo de ruim lhe ocorresse o Bruno seria o responsável.

Preso

Durante a conversa com a namorada, Bruno teria dito que desconfiava de que o filho seria de outro rapaz. A garota teria dito que iria criar a criança sozinha, com a ajuda da família, mas que ele a deixasse em paz. Foi o suficiente para que ele sacasse um canivete e desferisse vários golpes na garota.

Depois do crime, o assassino fugiu. Passou em casa, trocou de roupas e seguiu em fuga, mas acabou sendo preso em flagrante pela Polícia Militar e levado para a Delegacia Metropolitana de Caucaia. Desde então, estava preso. Agora, condenado, deve permanecer atrás das grades por vários anos. A defesa, no entanto, deverá recorrer contra a pena. 




0 comentários:

Postar um comentário