segunda-feira, 14 de novembro de 2016

JOVEM É MORTO COM FACADA NO CORAÇÃO AO LIVRAR VIZINHA DE ESTUPRO; RESIDÊNCIA DELA FOI INCENDIADA

URGENTE: JOVEM É ASSASSINADO COM FACADA NO CORAÇÃO AO LIVRAR VIZINHA DE ESTUPRO


















Um jovem identificado como Edilson Mirada da Silva Júnior, 22 anos, foi assassinado com uma facada na região do coração na noite deste domingo (13), ao livrar sua vizinha de um suposto estupro no interior de uma residência localizada na Rua Teclado com Bateria, Bairro Castanheira, setor sul de Porto Velho. O suspeito, identificado apenas como Francisco fugiu.

De acordo com as informações obtidas pela nossa reportagem, a mulher ingeria bebida alcoólica com o acusado na residência dela, quando em determinado momento o indivíduo teria lhe agarrado, vindo a tentar estuprá-la. A mulher desesperada gritou por socorro. Foi neste instante em que o jovem, Edilson, saiu em defesa da vizinha e acabou sendo atacado pelo acusado, Francisco, com uma facada na altura do coração. Em seguida, o criminoso fugiu. A vítima caiu agonizando aos fundos da residência da vizinha e em poucos minutos foi a óbito. Segundo a versão da mulher, Francisco havia realizado alguns serviços braçais pra ela, e hoje quando estavam bebendo o indivíduo teria dito que o dinheiro devido à ele seria pago de outra maneira. Foi quando o acusado tentou agarrá-la e neste instante ela pediu ajuda do vizinho, Edilson.

Policiais militares, a Perícia Técnica e Agentes da Delegacia de Homicídios estiveram presentes para a realização dos procedimentos cabíveis. O corpo do jovem foi removido ao IML. Francisco está sendo procurado.


INCÊNDIO

Já por volta das 1h desta madrugada de segunda-feira (14), populares revoltados colocaram fogo na residência da mulher, que não se encontrava mais no local. O grupo de pessoas não teria acreditado na versão contada pela mulher e suspeita que ela tenha tido culpa na morte do jovem Edilson.

O corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu evitar que a residência fosse completamente destruída pelo fogo.


Por Richard Nunes
DRT - 1613/RO

0 comentários:

Postar um comentário