segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Homem Mata Sua Segunda Mulher a Pauladas e Depois Comete Suicídio

post-feature-image

De acordo com informações policiais na manhã deste sábado, 12, popr volta das 10h:00, os policiais civis e militares foram informados para atender uma ocorrência de homicídio em uma colonia no ramal do Arnaldo Carolino, os mesmos deslocaram-se até o ramal e chegando lá encontraram a jovem Maria Tereza Sousa, caída ao chão, já sem sinais vitais, com rigidez cadavérica e com sangue em sua cabeça.

O corpo de Terezinha, como era chamada carinhosamente por todos, foi então, verificado e foram encontrados lesões em sua cabeça aparentando serem de pauladas e próximo ao corpo dentro de um arbusto, foi encontrado um pedaço de uma blusa na cor vermelha e dou outro lado, próximo a jovem Terezinha, foi encontrado uma sandália na cor azul.

O senhor Fernando Lopes de Sousa, irmão de Terezinha, relatou aos policiais que a mesma teria ido para a colonia com seu esposo Flavio, sexta-feira, 11, e até a noite da sexta-feira, e a mesmas não tinha retornado. O senhor Fernando, foi até a casa de do esposo da sua irmã, o Flavio, a noite para entregar um certa quantia em dinheiro para sua irmã Terezinha, mas ela não estava na casa com o seu marido, Flavio. Então, Fernando, perguntou aonde estava a sua irmã Terezinha, e Flavio, informou ao mesmo que ela teria ficado na colonia.

Então, no dia seguinte, sábado, 12, senhor Fernando, ao saber do suicídio de Flavio, decidiu procurar por sua irmã, Terezinha, e foi até a colonia e chegando lá encontrou a mesma longe de casa no meio de um caminho, caída ao chão de bruços.

Uma outra testemunhas que mora nas proximidades da colonia da Terezinha e do Flavio, falou aos policiais que sexta-feira, 11, por volta das 15h:00, viu o Flavio, saindo do ramal sozinho em direção a cidade. 

Ainda de acordo com informações policiais neste sábado, 12, o senhor Flavio de Sousa Lima, 33 anos, cometeu suicídio, em sua residência, após amarrar uma corda de nilon em seu pescoço e em um pino de estrutura de sua residência.

Que segundo testemunhas, Flavio, sexta-feira, 11, teria ido para a colonia com sua a esposa, Terezinha e algumas crianças e chegando ao uma certa altura do caminho mandou as crianças voltarem para a cidade e seguiu viagem mais sua esposa para a colonia e por volta das 15h:30, o mesmo retornou para a cidade direto para sua residência e permaneceu lá, mas não conseguia ficar quieto, andando de um lugar para um outro e ainda fez um comentário dizendo que ia se suicidar.

E, na manhã de hoje, familiares, parentes e amigos ao sentiram falta de Flavio, dirigiram-se até o quarto dele e perceberam que a porta estava trancada, foi que os mesmos pegaram uma outra chave e conseguiram abrir a porta do quarto de Flavio, e encontraram ele, sentado em uma cadeira com uma corda de nilon, enrolada em seu pescoço, aparentando já estar sem sinais vitais.

A policia foi chamada que acionou o samu, que levou o corpo de Flavio, já vida para o hospital geral de Feijó, e lá foi constatado que Flavio morreu por enforcamento. 




0 comentários:

Postar um comentário