quinta-feira, 24 de novembro de 2016

EM GRANJA, POLÍCIA CIVIL PRENDE INDIVÍDUO POR POSSE ILEGAL DE ARMA DE FOGO E POR AGRESSÃO DOMÉSTICA


Acusado
Na terça-feira, 22, chegaram à Delegacia de Polícia Civil de Granja denúncias de que um homem conhecido como Valdinar ou Diná estaria ameaçando pessoas da vizinhança com o uso de uma arma de fogo de pequeno porte. As ameaças teriam começado depois que populares reclamaram com o infrator de maus tratos que ele estaria fazendo a sua enteada, ainda criança.
Mais tarde, no mesmo dia, compareceu à Delegacia a companheira de Valdinar para denunciar agressões físicas com características de violência doméstica. Tanto a mulher quanto a sua filha pequena, enteada de Valdinar, apresentavam lesões e foram submetidas a exame de corpo de delito, cujo Laudo confirmou as agressões.
Diante de tal situação, o Delegado de Polícia, Dr. Márcio Luiz, determinou aos Inspetores de serviço que se dirigissem ao local onde residia Valdinar Gomes de Assis, na localidade sitio Limoeiro, Paula Pessoa, para que realizassem uma busca domiciliar, tendo em vista a fundada suspeita de posse de arma de fogo, bem como que o mesmo fosse intimado a comparecer à delegacia para prestar depoimento referente à violência doméstica.

Armas apreendidas
No local, após realização da busca, os policiais civis encontraram na posse de Valdinar uma espingarda tipo escopeta e um revolver calibre 22, ambos de fabricação caseira. Imediatamente Valdinar recebeu voz de prisão e foi conduzido, juntamente com as armas apreendidas, à presença da Autoridade Policial.
A espingarda estava municiada, tendo sido necessário, já na delegacia, que um Inspetor efetuasse um disparo com a mesma, o que comprovou o seu elevado poder de fogo.
Contra Vadinar foram instaurados dois inquéritos policiais, um tombado por portaria, pela prática de lesão corporal contra sua companheira e sua enteada, em situação prevista na Lei Maria da Penha. Já o segundo inquérito foi instaurado mediante a lavratura de Auto de Prisão em Flagrante, pelo crime de posse irregular de arma de fogo, art. 12 da Lei 10.826/03.

Policiais envolvidos: DPC Márcio Luiz, IPC Dourado, IPC Sérgio
Camocim Polícia 24h

0 comentários:

Postar um comentário