terça-feira, 8 de novembro de 2016

CHOCANTE! Suspeito negro é torturado em caixão em interrogatório


Um vídeo dividiu a internet ao mostrar um fazendeiro forçando um homem dentro de um caixão enquanto outro ameaça enterrar uma cobra junto com ele. “Quero jogar algum petróleo em você”, gritou o agressor em africâner, uma das línguas faladas na África do Sul, onde as imagens foram gravadas. Visivelmente assustado, o rapaz ameaçado grita e luta pela vida tentando impedir que o compartimento seja fechado.

Em dois dias, mais de 10 mil pessoas assistiram à filmagem. Alguns internautas afirmaram que aquela é uma punição “comum” em casos de roubo e que só servia para “assustar”. O estado de saúde do homem agredido, porém, não é conhecido. Muitos classificaram o ato como um caso de racismo, comum na África do Sul mesmo depois do fim da política de segregação racial, Apartheid, vigente no país por quase 50 anos e encerrado em 1994. “Isso é racismo puro, a África do Sul nunca vai ser um lugar seguro para uma criança negra”, afirma o usuário que divulgou as imagens nas redes sociais.

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, apenas em janeiro de 2016, a comissão de Direitos Humanos da África do Sul recebeu 160 denúncias de caso de racismo, o maior número mensal registrado desde o fim do Apartheid. Apesar disso, grupos extremistas afirmam que “os brancos são uma minoria perseguida” e que muitos fazendeiros têm sido vítimas de “uma cruzada contra a supremacia branca”. Eles embasam-se na quantidade de assassinatos de fazendeiros brancos desde a década de 1990: 1,6 mil.

0 comentários:

Postar um comentário