quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Acidente de trem deixa mais de 140 mortos na Índia

post-feature-image

Mais de 140 pessoas morreram e cerca de 150 ficaram feridas, neste domingo (20), em um #Acidente de trem, no estado de Uttar Pradesh, que fica no norte da Índia. As estimativas apontam que o número de mortes pode aumentar devido à gravidade dos ferimentos de muitos passageiros.

O trem expresso, chamado de Patna-Indore, saiu dos trilhos próximo à cidade de Kanpur, no estado de Uttar Pradesh, por volta das 3h (19h30 horário de Brasília, sábado), relatos contam que muitos passageiros estavam dormindo no momento do acidente. As autoridades especulam que havia mais 2.000 pessoas no trem, porém, o que dificulta o cálculo correto é que muitas pessoas viajam na Índia sem lugares reservados e, até mesmo, sem passagens.

Canais de TV mostraram vagões deitados e alguns quase completamente esmagados. Ao todo, foram 14 vagões que saíram dos trilhos. Equipes voluntárias de busca no local fazem uma varredura, tentando encontrar mais sobreviventes nas ferragens.

Narendra Modi, primeiro-ministro na Índia, afirmou, em mensagem de texto no Twitter, que suas preces estão com aqueles que foram feridos no “trágico acidente”, para que tenham rápida recuperação, e informou ainda que está mantendo contato constante com o ministro de Ferrovias, Suresh Prabhu, que também deixou uma mensagem no Twitter informando que unidades médicas móveis partiram imediatamente para o local do acidente e prestaram os primeiros socorros aos feridos.

Ainda não se sabe o que ocasionou o acidente

Ainda não se sabe, ao certo, o que pode ter ocasionado o incidente, porém, tudo leva a crer que o descarrilamento pode ter acontecido pela má conservação dos trilhos.

Alguns passageiros afirmaram que ouviram um grande barulho antes da #Tragédia.

A rede ferroviária indiana é a quarta maior do #Mundo, e realiza, diariamente, o transporte de, aproximadamente, 20 milhões de passageiros, e, embora seja o principal sistema de transporte do país, é considerado inseguro e antigo. O governo atual prometeu investir 137 bilhões de dólares nos próximos 5 anos para torná-lo mais seguro e moderno.

Muitas pessoas se reuniram em volta dos destroços, verificando objetos e pertences pessoais, na tentativa de identificar seus entes queridos.




0 comentários:

Postar um comentário