segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Violência no fim de semana de eleições deixa 34 mortos, conforme balanço parcial

Ao menos, 34 pessoas tiveram morte violenta no Ceará no fim de semana marcado pelo Segundo Turno das Eleições-2016. O balanço ainda é parcial, mas aponta 30 casos de homicídios e quatro mortes em acidentes de trânsito.

Somente em Fortaleza, foram registrados oitos crimes de morte nos seguintes bairros: Itaperi, Sabiaguaba, Álvaro Weyne, Pirambu (2 casos), Vila Velha, Henrique Jorge e Messejana.

Na região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foram seis assassinatos nos seguintes Municípios: Caucaia (2 casos), Maracanaú (2), Marangaupe, Pactuba,

No Interior Norte, seis pessoas foram assassinadas nos Municípios de Redenção, Capistrano, Ipu, Pentecoste, Boa Viagem e Itapipoca.

No Interior Sul, foram mais 10 homicídios, em cidades como: Araripe (2 casos), Missão Velha, Quixadá, Parambu, Aracati, Icapuí, Senador Pompeu e mais duas cidades não especificadas nos boletins da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Trânsito

Quatro mortos. Este foi o resultado de acidentes ocorridos nas rodovias estaduais que cortam o Ceará. Os desastres com mortos ocorreram nos Municípios de Icó, Cariré, Senador Sá e Tabuleiro do Norte. Foram registradas três colisões e um atropelamento.

Eleições

Pelo menos, um dos 30 homicídios registrados no fim de semana teve relação direta com as eleições. O fato ocorreu em Fortaleza, onde um policial militar (identidade não revelada) matou um homem a tiros no bairro Pirambu.

O crime ocorreu por volta de 9 horas, na Rua Camélia, onde Antônio Carlos da Silva , 19 anos, foi executado a tiros pelo PM que ocupava um veículo modelo Fox, cor preta. Logo após o crime, o militar (soldado) se apresentou na sede da Controladoria Geral de Disciplina (CGD).

Testemunhas informam que os dois homens teriam discutido por conta de candidatos a prefeito de Fortaleza. O homem morto era envolvido com tráfico de drogas e homicídios e tinha um mandado de prisão em aberto.

Já a Polícia Federal fez o registro de apenas sete Termos Circunstanciados de Ocorrência (T.C.O.s), além de 11 pessoas que foram conduzidas à sede da instituição acusadas de crimes como “boca de urna” e propaganda irregular. Dois mesários foram detidos em flagrante em uma secção eleitoral, na Praia de Iracema, quando votavam em nome de pessoas que não compareceram às urnas.

Com informações do Jornalista Fernando Ribeiro
Foto divulgação google

0 comentários:

Postar um comentário