sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Identificado corpo achado em mala

Corpo de Antônio Francisco de Araújo, 64, foi encontrado pela Polícia em uma mala, em uma área descampada próxima à CE-060, em Acarape
O homem encontrado morto dentro de uma mala, na manhã da última terça-feira (4), em Acarape, pode ter sido vítima de um crime passional, conforme a Polícia. Essa é a principal linha de investigação da Delegacia Municipal de Redenção, revelou o delegado Lucas Silva Machado.
O corpo, que demorou a ser identificado devido ao estado em que foi encontrou, é de Antônio Francisco de Araújo, de 64 anos. Ele era homossexual, não tinha filhos, morava sozinho no Centro de Fortaleza e era natural de Morrinhos (a 200 Km da Capital). A morte ocorreu por estrangulamento, afirmou o titular da Delegacia Regional de Baturité, João Henrique da Silva, que também acompanha o caso.
Além da motivação do crime, outra questão que a Polícia Civil trabalha para responder é como e por que o corpo foi desovado a cerca de 60 km de distância da residência de Antônio Francisco, em uma área de vegetação próxima à uma estrada descampada que dá acesso à CE-060.
Segundo Lucas Machado, policiais já realizaram diligências em Fortaleza e em Acarape para colher provas sobre o crime e chegar ao assassino. Como não existe réu, a Polícia Civil tem 30 dias para concluir o inquérito do caso, a partir do dia em que o corpo foi encontrado.
Reconhecimento
Quando o corpo foi encontrado por policiais militares de Redenção e Baturité, cidades vizinhas, a vítima não foi identificada de imediato, pela ausência de documentos com ela e pelo desconhecimento da população local que compareceu à cena do crime e não reconheceu o homem.
Durante a terça e a quarta-feira seguintes, familiares e colegas de trabalho de Antônio Araújo compareceram à sede da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) e reconheceram o corpo. Vendedor no Centro da Capital, o homem foi lembrado pelas pessoas próximas como “um bom trabalhador”, contou o delegado de Redenção, Lucas Machado.
Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário