quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Homem espanca namorada e tenta tirar a língua dela

post-feature-image

Carleigh Hager é uma jovem de 25 anos que tenta se recuperar do trauma que sofreu no último sábado, dia 22 outubro. A garota namorava com Ryan Cameron, de 26 anos. Os dois voltavam de uma festa de casamento de um amigo quando Ryan espancou Carleigh e tentou arrancar a língua da namorada com as próprias mãos. O caso aconteceu em Indiana, nos Estados Unidos da América.

O que aconteceu?
De acordo com relatos da própria Carleigh, os dois voltavam de um casamento na companhia de alguns amigos. Chegando em casa, Ryan começou a brigar e gritar com a namorada. Os amigos presentes tentaram acalmar a situação, mas Ryan expulsou todos de casa e levou Carleigh à força para o banheiro.

Com ambos trancados no cômodo da casa, Ryan começou a espancar brutalmente a namorada, até que esta desmaiou. Então, ele a mordeu inúmeras vezes e tentou até mesmo tirar com os dedos a língua da garota.

Enquanto toda esta #Violência acontecia, os amigos chamaram a polícia, que invadiu o local e impediu que Carleigh fosse morta. A jovem foi encaminhada ao hospital, onde teve a língua reconstruída e está internada para recuperar-se de todos os traumas psicológicos e físicos que sofreu.

Vítima mostra seu próprio exemplo

Carleigh e Ryan namoravam há dois anos, mas há um mês Ryan começou a se mostrar abusivo, de acordo com o que relata a garota. Depois do ocorrido, Carleigh resolveu divulgar sobre este dia traumático e sobre o relacionamento abusivo que vinha sofrendo, como forma de alertar outras meninas que amor não é violento. Ela ainda pede que ninguém aceite uma relação assim, e que contem a outras pessoas para evitar uma situação ainda pior. "Eu quase morri", desabafa Carleigh.

Ryan está preso e espera o julgamento sobre os diversos crimes que cometeu, como lesão corporal grave.

Violência contra mulher

Do total de atendimentos realizados pelo Ligue 180 – a Central de Atendimento à Mulher - durante o primeiro semestre de 2016, 12,23% são relatos de violência.

De acordo com os dados divulgados pela pesquisa realizada pelo Instituo Avon, em parceria com o Data Popular, 3 em cada 5 mulheres já sofreram violência em relacionamentos. #Crime #EUA




0 comentários:

Postar um comentário