sexta-feira, 21 de outubro de 2016

GRANJA-CE: POLÍCIA MILITAR E CIVIL INTENSIFICA AS BUSCAS À QUADRILHA DO "GAGO". VÁRIOS ELEMENTOS JÁ FORAM PRESOS

As polícias militar e civil da região de Camocim e Granja continua a caçada ao elemento identificado como Adriano Sousa de Lima, vulgo “Gago”, de 20 anos, fugitivo da cadeia pública da cidade de Granja. Operações especiais estão sendo montadas constantemente objetivando capturar o elemento. Nessa semana, por exemplo, foi montada uma operação com cerca de 30 policiais militares e civis (inclusive com policiais em suas folgas), que percorreram boa parte dos 2.663 km² do município de Granja à procura do indivíduo e sua quadrilha.

Segundo informou o Tenente Coronel Artunane Aguiar, comandante da 3ªCia/3ºBPM, as diligências estão sendo ainda mais intensificadas e a prisão do bandido é somente questão de tempo.

Os trabalhos de investigações estão sendo realizados pela Polícia Civil de Granja, inclusive o Dr. Márcio Luiz, titular da delegacia, pede para quem tiver informações que leve ao paradeiro do elemento que ligue para o 190 ou para o 3624-1322, e sua identidade será mantida sob sigilo.

Elementos presos
Ao longo de alguns meses de caçada à quadrilha do elemento, a polícia já prendeu cerca de sete elementos suspeitos de serem integrantes do bando, confira alguns deles: João Paulo (irmão do Gago); Antonio Wemerson Gomes de Sousa, vulgo “Uê”; José Arimateia Alves de Melo; Paulo de Sousa dos Reses, o “Paulinho”, (primo de Gago); Francisco Ismael Silva Santos, vulgo “Gato a Jato”e mais dois que não conseguimos a identificação.
Segundo a polícia, além de Gago ainda existe cerca de quatro a cinco elementos que integram atualmente o bando, isso sem contar com alguns de seus familiares que são suspeitos de fornecer alimentos e apoio logístico pela zona rural do município.

Armas apreendidas
Cerca de oito armas de fogos, entre revólveres, espingardas e carabinas já foram apreendidas pela polícia durantes as operações, o que dificulta ainda mais as ações dos criminosos.

Motos recuperadas
Durante as incursões policiais, cerca de 10 motocicletas tomadas de assalto pelo bando foram recuperadas e devolvidas a seus proprietários. Geralmente essas motos são roubadas nas localidades longínquas do município.

Acampamentos destruídos 

Ainda durante as operações da polícia, vários acampamentos construídos no matagal pelos elementos para servir de apoio, foram destruídos e queimados pelos policiais, fazendo com que eles se desloquem para outras bandas e assim ejam vencidos pelo cansaço.

As autoridades policiais ressaltam que os esforços estão sendo concentrados e intensificados para que a captura de Gago e seu bando possa acontecer o mais breve possível e pedem que a população continue colaborando prestando as informações necessárias a cerca do paradeiro dos elementos.

Fonte: Camocim Polícia 24h

0 comentários:

Postar um comentário