sábado, 22 de outubro de 2016

Dona de casa é estuprada por 10 jovens no Rio de Janeiro

post-feature-image

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está investigando um caso de estupro coletivo. O #Crime ocorreu no bairro Lagoinha, em São Gonçalo, Região Metropolitana do RJ. Segundo a vítima, pelo menos 10 homens participaram da #Violência.

O nome da vítima não foi divulgado pela polícia, mas sabe-se que é uma mulher, dona de casa, de 34 anos. A mulher viveu um verdadeiro momento de terror. O crime aconteceu por volta das 22 horas, na última segunda-feira (17). A vítima afirma que foi violentamente abusada por 10 homens.

Segundo as informações divulgadas pela polícia, as investigações indicam que na noite do crime, a mulher estava na companhia de um amigo em um barzinho do bairro da Lagoinha, mais precisamente na rua Cardeal Sebastião Leme, quando alguns homens surgiram, cerca de dez, segundo a vítima, e em sua maioria jovens.

Eles chegaram de forma agressiva obrigando a mulher a fazer sexo oral em todos eles. Depois disso, o grupo de rapazes liberaram tanto ela como seu amigo. Contudo, eles não se deram por satisfeitos e resolveram voltar atrás. Pegaram ela no caminho, a agarraram novamente e a levaram para a rua Caetano Moura, que é bem mais escura e deserta.

De acordo com os relatos da vítima, nesta rua ela voltou a ser estuprada, dessa vez com penetração anal e vaginal. Ela relata ainda que foi extremamente humilhada pelos criminosos, que chegaram a penetrar galhos de árvore em suas partes genitais.

A Polícia Militar do RJ recebeu a denúncia, a princípio de vizinhos do bairro, de que estava ocorrendo um #Estupro. Quando chegaram no local, encontraram apenas a mulher que estava bastante machucada e traumatizada. Ela foi encontrada somente de calcinha e com sua blusa levantada, em estado de choque

Enquanto os militares prestavam socorro à vítima, perceberam uma movimentação de jovens que estavam distantes, mas, segundo o relato dos PMs, zombavam da situação. Os policiais conseguiram abordar os rapazes, que foram reconhecidos pela vítima como participantes do estupro. Eram dois adolescentes, um de 15 e outro de 16 anos, e já se encontram apreendidos pela PM. Eles foram encaminhados para a 74.ª DP, em Alcântara.

O delegado Adriano França, responsável pelas investigações, informou que crime ainda está em processo de apuração, porém, os menores apreendidos já confessaram o crime, e a polícia continua à procura dos demais envolvidos. 



* Com Informações do MassapeCeara.Com

0 comentários:

Postar um comentário