sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Criminoso entre os mais perigosos do CE é encontrado morto na CPPL II

post-feature-image

Foi encontrado morto, na madrugada desta sexta-feira (28), na Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinto (CPPL II), em Itaitinga, Edivando Rodrigues Alves, conhecido como "Bocão". O corpo da vítima foi encontrado com uma corda feita com lençóis.

“Bocão”, que respondia por vários homicídios e por envolvimento com tráfico de drogas, era considerado um dos criminosos mais perigosos do Ceará. Ele havia sido preso no último dia 30 de setembro, por agentes do Departamento de Inteligência Policial (DIP), no bairro Aracapé, em Fortaleza.

Em nota, a Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) informou que internos da unidade prisional chamaram os agentes plantonistas, quando estes chegaram ao local, já encontraram Edivando Rodrigues morto. O corpo apresentava sinais de agressão.

A Delegacia de Homicídios e a Perícia Forense foram chamadas para adotar os procedimentos necessários.

45º morte em presídios

Com a morte de Edivando Rodrigues Alves, o número de detentos mortos em unidades prisionais do Ceará em 2016 chega a 45.

Até setembro deste ano a Sejus havia contabilizado, oficialmente, 41 mortes, porém, no dia 3 de outubro, quatro detentos da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor José Jucá Neto (CPPL III), localizada no Complexo Penitenciário de Itaitinga 2, tiveram os corpos incendiados.

Na ocasião, Michel Idelfonso da Silva, Evando de Macedo Vieira, Demontier Ferreira dos Santos e Fransueudo Pereira de Souza estavam na cela de isolamento da unidade quando presos quebraram a grade superior do local e retiraram os quatro homens. Eles foram queimados em um pátio que é chamado pelos internos de “banho de sol”.


Informaçoes.massapeceara.com

0 comentários:

Postar um comentário