quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Bandidos tentam matar presos que chegavam para dormir. Clima de terror é narrado pelo WhatsApp

post-feature-image

Um tiroteio aterrorizou populares que passavam nas cercanias da papudinha, próximo ao acesso à Chácara Ipê, na noite desta terça-feira. Estamos com um monte de presos baleados aqui dentro. A gente não sabe como está aí fora não”, revelou o que seria um funcionário do presídio. “os presos estão com fuzis e metralhadoras”, anunciou uma voz, pelo Whatsapp, em grupos seguidos por policiais e agentes penitenciários na Internet. Houve pânico entre acadêmicos de uma faculdade próxima. Motoristas foram obrigados a fazer manobras arriscadas.

Os agentes penitenciários se trancaram dentro de um alojamento. Nos grupos de Whatsapp, eles informaram que estavam “quase sem munição”. Um detento ferido ficou junto com os agentes, e muitos outros presidiários tentavam entrar à força, com medo de morrer. “Nós em primeiro lugar”, disse um agente penitenciário. Uma voz de mulher gritava “pelo amor de Deus, chamem a polícia”.

A informação extra-oficial é que ntegrantes de facções se juntaram em frente à papudinha e efetuaram disparos “para todos os lados”. A intenção era matar os presos que chegavam para dormir. Todos os comandos da Polícia Militar foram mobilizados. Após a chegada dos militares, a troca de tiros ficou mais intensa e os bandidos entraram na mata.

Haveria pelo menos 3 detentos feridos. A assessoria da Secretaria de Segurança não soube informar detalhes, mas garantiu que haverá um esclarecimento público nas próximas horas
.

Com Informações do MassapeCeara.Com/vejadetudo

0 comentários:

Postar um comentário