terça-feira, 27 de setembro de 2016

SINISTRO- Sem saber, idosa convive há 20 anos com cadáver do filho em casa

A mulher, já cega, não imaginava que o corpo do menino estava há 20 anos no andar de cima da casa onde ela morava

Sem saber, idosa convive há 20 anos com cadáver do filho em casaA casa foi encontrada em situação caótica
A americana Rita Wolfensohn descobriu, neste último dia 15 de setembro, o que realmente aconteceu com seu filho, Louis Wolfensohn, considerado desaparecido há 20 anos. Rita, já idosa e cega, não imaginava que o corpo do menino estava há anos no andar de cima da casa onde ela morava.
Segundo o jornal New York Post, a cunhada de Wolfenshon foi quem descobriu o esqueleto do menino “intacto” deitado no chão do quarto dele. “É quase uma cena de Psicose”, uma autoridade policial disse ao jornal, se referindo ao filme de Hitchcock.
No entanto, os investigadores acreditam que Rita não sabia que o corpo estava lá. A casa foi encontrada em situação caótica, com lixo jogado por todo o local, o que, provavelmente, camuflou o cheiro do cadáver.
Ao ser questionada, a mulher falou do filho como se ele tivesse simplesmente se mudado. O irmão dela, Joseph Buchman, afirmou que não mantinha uma relação próxima com a irmã, por isso só descobriram a situação agora. Autoridades ainda não identificaram o corpo, mas têm convicção que se trata de Louis Wolfensohn. 
Fonte: Matrópolis

0 comentários:

Postar um comentário