quarta-feira, 21 de setembro de 2016

POLÍCIA PRENDE EM QUIXADÁ SUSPEITO DE SER PISTOLEIRO DA QUADRILHA DOS ´PIPOCAS´ELE ESTAVA COM TRÊS ARMAS DE FOGO

Pistoleiro - Pipoca bandido

O suspeito foi preso por policiais do Cotar
Pistoleiro Pipoca armas 1 Cotar
Rifle, escopeta, revólver e munição foram apreendidos
Uma informação dando conta da reunião de bandidos em uma fazenda na zona rural de Quixadá, no Sertão Central (a 154Km de Fortaleza), levou a Polícia Militar a prender um homem suspeito de integrar a quadrilha dos “Pipocas” e de envolvimento em crimes de morte naquela região do Ceará.
O suspeito foi identificado pela Polícia como sendo Alcimor Macário. O cerco que resultou na prisão dele aconteceu no distrito de Jordão, quando equipes do Comando Tático Rural (Cotar), do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) faziam patrulhamento na região.
Durante a operação, bandidos teriam escapado ao cerco, mas no local onde o homem foi detido, os policiais encontraram, pelo menos, três armas de fogo, sendo um rifle de calibre 44, uma escopeta calibre 12 e um revólver de calibre 38, além de muita munição.
O acusado foi encaminhado à Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá onde acabou autuado em flagrante  e agora será investigado. Já as armas apreendidas deverão passar por perícia. A Polícia quer saber se elas foram usadas em recentes assassinatos ocorridos na região de Quixadá e Municípios vizinhos, entre eles, a morte de um homem, no último fim de semana, na localidade de Várzea da Onça, na zona rural.
Pipocas???
A prisão do suposto pistoleiro e sua ligação com a quadrilha dos “Pipocas” pode levar as autoridades ao esclarecimento de vários crimes na região, entre os quais o triplo assassinato ocorrido na cidade de Quixadá na tarde de 19 de julho último, quando o comerciante Veridiano Rabelo Camurça, 68 anos; seu filho, Sadoc Camurça Cabral, 39; e o advogado da família, Josenias Saraiva Gomes, 40.
Os três homens foram executados sumariamente dentro de um carro logo após saírem da Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá, onde haviam ido prestar esclarecimentos diante de boatos que os apontava como envolvidos na morte de três policiais militares dias antes.
A perícia que será feita nas armas apreendidas com o pistoleiro pode esclarecer outros crimes na mesma região.
 FONTE:.blogdofernandoribeiro

0 comentários:

Postar um comentário