quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Polícia Civil do Ceará decreta greve

A paralisação deve começar a partir deste final de semana. A categoria aguarda uma resposta do Governo do Estado.

A Polícia Civil do Ceará decidiu, nesta quarta-feira (21) em uma assembleia nas proximidades da Superintendência da Polícia Civil, no Centro de Fortaleza, que entrará em greve a partir deste sábado (24). A paralisação geral começa às 12h e apenas 30% do efetivo será mantido. Cerca de 500 agentes participaram da reunião. 

A categoria pede melhores condições de trabalho, reajuste salarial, aumento do efetivo e proibição do desvio de funções. De acordo com o Sindicato da Polícia Civil do Ceará (Sinpol-CE), escrivães e inspetores deveriam receber 60% do que os delegados recebem, mas as remunerações não chegam a 20%. Além disto, o presidente do Sinpol, Francisco Lucas, afirmou que a custódia de presos por policiais civis não é legal.

O Sindicato afirmou que aguarda uma resposta do Governo do Estado em até 72 horas sobre a decisão da categoria. 

A greve começa no próximo final de semana, mas desde a manhã que a categoria paralisou suas atividades. Hoje, apenas quatro delegacias funcionam em todo o Ceará. São elas: 7º DP, no Pirambu e a Delegacia da Criança e do Adolescente, no bairro São Gerardo. Já no interior, apenas a Delegacia Regional do Camocim e Delegacia Regional de Brejo Santo, estão funcionando. A categoria apenas realiza a custódia de presos neste plantão.


Via Cnews

0 comentários:

Postar um comentário