domingo, 25 de setembro de 2016

Homem com tornozeleira eletrônica joga carro contra idosos, mata um, mas também morre


O caso, no entanto, pode ser arquivado como homicídio, tentativa de assassinato e suicídio

MORTES ANUNCIADAS - O trânsito mata mais um. Aliás, mais dois. E não foi um simples acidente, foi um homicídio seguido de tentativa de assassinato e suicídio. Um homem com passagens pela Polícia, e usando tornozeleira do Sistema Prisional por estar em liberdade condicional por crime de roubo, jogou, de propósito, um carro sobre duas pessoas idosas sentadas no portão de uma casa no bairro Praeirinho, área central de Cuiabá.
Desta vez a vítima foi mais um idoso. O aposentado Bernardo Gomes de Moraes, e o motorista de um Fiat Uno, Benedito Oacy Barbosa, de 33 anos, morreram logo após dar entrada no Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC), em estado muito grave. A esposa de Bernardo, de 73 anos, também foi atingida, mas sobreviveu.
Segundo as primeiras investigações da Polícia, Benedito teria brigado e discutido com Bernardo momentos antes motivada por uma suposta colisão de trânsito entre um Fiat e um Gol, carro da família de Bernardo.
Os filhos de Bernardo também interferiram e também entraram na briga, quando Benedito deixou o local avisando: “Sou bandido. Não tenho medo de ninguém, e vou voltar”.
Cerca de 30 minutos depois, no entanto, Benedito cumpriu a palavra. Voltou no Fiat Uno dele, fez manobras bruscas na frente da casa e jogou o carro em alta velocidade, e jogou o carro contra os dois idosos que estavam sentados na frente da casa. O caso está sendo investigado por policiais da Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran). Testemunhas informaram à Polícia, que Benedito, além e bêbado, estava droga, que pode ser comprovado após necropsia do Instituto Médico Legal.
O caso, no entanto, segundo a Polícia, pode ser arquivado como homicídio, suicídio e tentativa de assassinato devido o principal acusado de jogar o carro contra os dois idosos de propósito sobre os dois idosos também morreu no mesmo acidente.
24 HORAS NEWS

0 comentários:

Postar um comentário