terça-feira, 27 de setembro de 2016

Ex-delegado troca tiros com policiais e corre risco de perder uma perna

A troca de tiros aconteceu quando a PF e o Gefron apreenderam 150 quilos de PÓ em uma avião pilotado pelo ex-delegado da Polícia Civil

Ex-delegado troca tiros com policiais e corre risco de perder uma perna
EX-DELEGADO BALEADO - O ex-delegado Arnaldo Agostinho Sottani foi baleado durante uma troca de tiros contra agentes da Polícia Federal (PF) e policiais Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e pode ter uma das pernas amputada. Segundo a Polícia, o estado de saúde do ex-delegado é grave. A Polícia não confirmou se o ex-delegado foi atingido em outras partes do corpo.
A troca de tiros, segundo a Polícia, aconteceu quando o ex-delegado e mais dois ocupantes de um caminhão, estavam carregando a droga de dentro do avião para a o caminhão por volta das 11 horas desta segunda-feira, em uma pista clandestina nas proximidades de General Carneiro (Oeste, a 420 quilômetros de Cuiabá).
Leia também:
Depois da troca de tiros, o delegado e os dois homens ainda não identificados foram presos, mas antes ser autuado, o ex-delegado foi socorrido em outro avião por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Arnaldo está sendo operado neste momento em uma hospital e Barra do Garças (Vale do Araguaia, a 500 quilômetros de Cuiabá.
A droga, segundo a Polícia, foi embarcada na Bolívia no monomotor pilotado pelo ex-delegado Arnaldo Sottani da Polícia Civil de Mato Grosso, acusado, também mais dois crimes: roubo de gado com pagamento de propina em Mato Grosso, Grosso e tráfico de droga no Estado de Goiás. 
24horas news

0 comentários:

Postar um comentário