sábado, 10 de setembro de 2016

CAOS: POLICIAIS E PERITOS EM ESTADO DE GREVE NO CEARÁ!


Policiais civis e peritos criminais estão em estado de greve e iniciaram protestos contra o Governo do Estado do Ceará, diante da recusa do governador Camilo Santana (PT) em atender às reivindicações das duas categorias. O clima é de tensão entre o Palácio da Abolição e a Pasta da Segurança Pública. Desde ontem (9), os familiares de presos de delegacias da Capital e Região Metropolitana de Fortaleza estão impedidos de entregar alimentos aos detentos.

O sindicato da categoria dos policiais civis alega que a falta de segurança provocada pela superlotação de presos tem sido a causa de constantes atentados, resgates e fugas nas unidades. Os inspetores e escrivães estão constantemente sendo feitos reféns e feridos nestes episódios de violência. Soma-se a isto, a reposição salarial que ainda não foi efetivada neste ano, além das péssimas condições de trabalho.

Segundo o sindicato, a entrada de alimentos nas delegacias contribui também para aumentar os riscos de fugas, já que em meio à comida são encontrados, regularmente, instrumentos como armas, serras e drogas. “A obrigação de fornecer almoço, jantar, café da manhã e lanches para os presos é do Estado”, disse Francisco Lucas, diretor do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (Sinpol).

Perícia Legal

Já a categoria dos peritos criminais também vem sendo preterida das negociações com o governo estadual. Os profissionais da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), responsáveis pela elaboração dos laudos que legitimam os inquéritos, decidiram deflagrar a “Operação Perícia Legal” e estão em protesto. Somente atendem às ocorrências se nos locais de crimes houver a presença de um delegado, que é a autoridade policial, conforme determina o Código de Processo Penal (CPP).

Os peritos também não estão indo atender às ocorrências em viaturas que estejam irregulares perante o Detran. Veículos com documentação retardada, que apresentem defeitos mecânicos ou que não contam com itens de segurança obrigatórios para a atividade policial, não estão sendo utilizados, retardando assim o atendimento nos locais de homicídios, acidentes, suicídios e outras situações do gênero.

O protesto dos peritos já se estende da Capital para o Interior. Na cidade de Sobral, na Zona Norte (a 224Km de Fortaleza), apenas uma viatura está em condições regulares de uso. As demais estão paradas e não serão usadas pelos peritos, como forma de protesto da categoria. Em Juazeiro, Quixeramobim, Tauá e Iguatu, Municípios onde existem núcleos regionais da Pefoce, a “Operação Perícia Legal” também já está em andamento.

Fonte; Blog do Fernando Ribeiro

0 comentários:

Postar um comentário