quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Adolescente ateia fogo em si mesma por temer estupro do EI


post-feature-image

Estuprada diversas vezes por militantes do Estado Islâmico, uma adolescente yazidi (minoria religiosa do Iraque) ateou fogo em seu próprio corpo para evitar que fosse sequestrada e estuprada novamente pelo grupo, informou o Independent UK.

A adolescente de 18 anos, que pediu para ser identificada como Yasmin, conseguiu escapar dos sequestradores depois de uma longa semana de tortura. Ela abrigou-se ao norte do Iraque, em um campo de refugiados.

Abalada por tudo o que havia acontecido, ela chegou a imaginar ter ouvido vozes dos integrantes do grupo fora da tenda onde estava. Por isso, resolveu atear fogo em seu próprio corpo e, assim, tornar-se indesejável aos torturadores.

As chamas queimaram seus cabelos, mãos e rosto e a deixaram fisicamente desfigurada.


Com Informações do MassapeCeara.Com/catracalivre

0 comentários:

Postar um comentário